Um olhar para quem está ao seu lado

Quantas vezes, ao observar o outro, você julgou antes de compreender? Não se permitiu escutar, analisar, racionalizar e construir um pensamento objetivo?

Quantas vezes, ao observar o outro, seu julgamento ficou comprometido por se deixar levar pelos preconceitos? Não se permitiu conhecer o outro de verdade, compreender as suas razões, experimentar os seus pensamentos e, então, entender os seus verdadeiros motivos?

Quantas incontáveis vezes ao observar o outro, de forma inconsciente, você percebeu os seus próprios defeitos e imperfeições? E, ao invés de reconhecer isso e melhorar, criticou, desdenhou, julgou e repreendeu os erros que você mesmo comete todos os dias?

Se isso acontece com você, está na hora de se encarar de frente e fazer diferente. Quando você aprende a acolher as diferenças, dá um passo importante no caminho da evolução.

Tem uma frase atribuída a Madre Teresa de Calcutá que diz: “quem julga as pessoas não tem tempo para amá-las”. E o que mais precisamos nos dias de hoje é justamente de amor.

Você pode perguntar: qual o problema em expressar minhas opiniões? Nenhum, a partir do momento em que o outro seja respeitado e amado como ele é.

Na dúvida, experimente se colocar no lugar das pessoas e perceba o que acontece. Lembre-se que ao deixar de praticar a empatia, você emperra o seu processo de desenvolvimento e perde a oportunidade de se tornar uma pessoa melhor.

Com o tempo, esse padrão de comportamento acaba por gerar angústias e insatisfações. Passa a limitar as novas experiências e descobertas.

Dessa forma, você começa a atrair exatamente o que espalha: intolerância, críticas e cobranças.

Desafie-se! As mudanças para um mundo melhor começam com pequenas atitudes. Busque dentro de si a compreensão, evite julgamentos e lembre-se: como você deseja que as pessoas olhem para a sua história, seus erros e escolhas?

Se você deseja se sentir acolhido e compreendido com empatia, então, por que não retribuir e olhar para o outro também dessa forma?.

Chegou o tempo de reflexão

O Natal traz consigo uma atmosfera de celebração, harmonia e união. A data também favorece o momento de reflexão.

Ao promover um balanço interno, você tem a oportunidade de entrar em contato com os seus objetivos e rever se está trilhando o caminho certo para alcançá-los.

A partir do momento que você sabe exatamente o que quer, estabelecer as estratégias para conquistar o seu propósito torna-se mais fácil e o objetivo concreto.

É importante também estar muito atento aos resultados que se está obtendo, para determinar os passos que virão a seguir e, assim, colocá-los em prática em 2019.

Em uma sociedade onde o imediatismo predomina, que cria a ideia ilusória de que as conquistas são sempre rápidas, é importante compreender que entre o real e o ideal existe um caminho a ser percorrido, que envolve escolhas, decisões, mudanças comportamentais, desenvolvimento de crenças possibilitadoras e o principal: atitude!

Muitas vezes, o que impede a pessoa de avançar, de chegar onde deseja, está no seu passado, nos registros mal interpretados e até mesmo nos episódios traumáticos. E para desatar esse nó, a Programação Neurolinguística faz toda a diferença. Quando associada ao processo de coaching, por exemplo, as técnicas da PNL, como a ressignificação e o alinhamento de níveis neurológicos, abrem caminho para que a pessoa possa então avançar livre de entraves emocionais rumo ao seu estado desejado. E esse processo está profundamente alicerçado no autoconhecimento.

Que neste Natal os corações sejam tocados pelo profundo desejo de mudança. Que o amor ao próximo seja tão intenso quanto o amor próprio. Que dar seja tão fascinante quanto receber. Que transformar seja tão profundo quanto ser transformado.

Lembre-se que cada ano que se renova traz consigo uma enorme oportunidade de transformarmos sonhos em realidade, desejos em realizações.

Desejo a você, leitor, um Natal de muita saúde e prosperidade. Que o espírito natalino traga paz e felicidade para toda a sua família. E que 2019 seja um ano repleto de realizações!.

O segredo está em acreditar!

Acreditar que é possível é meio caminho para alcançar a realização. A convicção influencia o comportamento. Se você crê, você consegue.

O escritor Lewis Carroll tem uma frase que diz “a única forma de chegar ao impossível é acreditar que é possível.” Isso significa que quando programamos a nossa mente para crer em algo, não há o que possa nos impedir de realizar.

Acreditar na sua potencialidade, por exemplo, tem a ver com autoconfiança. Crer que você é capaz de fazer ou chegar a um resultado desejado é uma atitude mental que injeta ânimo, força de vontade, disposição. “Nada é impossível para um coração cheio de vontade”.

Porém, há uma frase de Henry Ford que diz “se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo.” Portanto, cuidado com o que você acredita. A nossa mente é programada por aquilo que falamos e pensamos. E isso influencia na maneira que agimos.

Portanto, foque no lado construtivo da sua convicção. Se o negativismo surgir, mude seu pensamento. Como? Em primeiro lugar queira mudar e depois questione-se. Perguntas feitas a si mesmo podem fornecer uma substituição mais útil e mais rápida para o diálogo interno inútil.

Como escreveu Richard Bandler, um dos criadores da Programação Neurolinguística, “pense no que você quer acreditar e não naquilo que não quer.”

Exemplos. O sedentário crê ser incapaz de tomar gosto pela atividade física. Já o atleta tem certeza de que o melhor meio para atingir seus objetivos é treinando. O atleta até pode ter sido sedentário alguma vez na vida e, num belo dia, ele resolveu mudar a sua crença e MUDOU!

Todos nós já modificamos nossas crenças, quando acreditávamos que não poderíamos fazer determinada ação e, mais tarde, descobrimos que podíamos e fazemos. Como correr 10 quilômetros, por exemplo.

As crenças limitantes nos impedem de transformar nossos comportamentos e de tomar iniciativas que podem nos ajudar no caminho rumo ao desenvolvimento pessoal e profissional.

Ao encarar e eliminar a crença que te impede de fazer algo, a tendência natural é continuar acreditando e até mesmo evoluir na sua crença, dando passos cada vez maiores. Após conquistar o objetivo de correr os 10 quilômetros, por exemplo, a nova meta é participar de uma meia maratona.

As mudanças em nossas crenças ocorrem por motivação. Assim, reconhecendo aquilo que te limita e colocando uma alternativa no lugar, é possível caminhar para frente e vencer os obstáculos. Os resultados serão maravilhosos, acredite!

 

O segredo está em acreditar

Acreditar que é possível é meio caminho para alcançar a realização. A convicção influencia o comportamento. Se você crê, você consegue.

O escritor Lewis Carroll tem uma frase que diz “a única forma de chegar ao impossível é acreditar que é possível.” Isso significa que quando programamos a nossa mente para crer em algo, não há o que possa nos impedir de realizar.

Acreditar na sua potencialidade, por exemplo, tem a ver com autoconfiança. Crer que você é capaz de fazer ou chegar a um resultado desejado é uma atitude mental que injeta ânimo, força de vontade, disposição. “Nada é impossível para um coração cheio de vontade”.

Porém, há uma frase de Henry Ford que diz “se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo.” Portanto, cuidado com o que você acredita. A nossa mente é programada por aquilo que falamos e pensamos. E isso influencia na maneira que agimos.

Portanto, foque no lado construtivo da sua convicção. Se o negativismo surgir, mude seu pensamento. Como? Em primeiro lugar queira mudar e depois questione-se. Perguntas feitas a si mesmo podem fornecer uma substituição mais útil e mais rápida para o diálogo interno inútil.

Como escreveu Richard Bandler, um dos criadores da Programação Neurolinguística, “pense no que você quer acreditar e não naquilo que não quer.” Exemplos: o sedentário crê ser incapaz de tomar gosto pela atividade física. Já o atleta tem certeza de que o melhor meio para atingir seus objetivos é treinando. O atleta até pode ter sido sedentário alguma vez na vida e, num belo dia, ele resolveu mudar a sua crença e mudou!

Todos nós já modificamos nossas crenças, quando acreditávamos que não poderíamos fazer determinada ação e, mais tarde, descobrimos que podíamos e fazemos. Como correr 10 quilômetros, por exemplo.

As crenças limitantes nos impedem de transformar nossos comportamentos e de tomar iniciativas que podem nos ajudar no caminho rumo ao desenvolvimento pessoal e profissional.

Ao encarar e eliminar a crença que te impede de fazer algo, a tendência natural é continuar acreditando e até mesmo evoluir na sua crença, dando passos cada vez maiores. Após conquistar o objetivo de correr os 10 quilômetros, por exemplo, a nova meta é participar de uma meia maratona.

As mudanças em nossas crenças ocorrem por motivação. Assim, reconhecendo aquilo que te limita e colocando uma alternativa no lugar, é possível caminhar para frente e vencer os obstáculos. Os resultados serão maravilhosos, acredite!

 

Faça aquilo que realmente importa

O que você realmente deseja na vida?

Se questionar sobre este ponto é importante porque muitas pessoas chegam à velhice sem descobrir o que realmente desejavam realizar.

Isso acontece porque passamos boa parte da vida fazendo coisas das quais não gostamos ou, então, deixamos o tempo passar diante de uma televisão como meros espectadores.

Outro dia desses ouvi uma frase que me fez refletir bastante: “a maioria das pessoas morre aos 20 anos e é enterrada aos 80.”

Portanto, qual é o seu objetivo nesta vida? O tempo não espera e se você não definir o que realmente é importante poderá se sentir decepcionado pelas coisas que deixou de fazer.

Descobrir o que realmente deseja nem sempre é fácil, pois durante o caminho podem surgir sentimentos como o medo, a insegurança e o desânimo. Lembre-se: se você não decidir o que quer, alguém vai decidir por você!

O momento é agora! E a maneira mais eficaz de descobrir o que se deseja na vida é o autoconhecimento, afinal as respostas que procuramos estão dentro de nós mesmos.

Então, viva com coragem, priorize o que realmente importa e ouça a voz do seu interior. Pode ter certeza de que assim você estará no caminho certo!

Aproveite este momento, afinal o Natal traz consigo uma atmosfera de muita celebração, harmonia e união, mas também favorece o momento de reflexão.

Ao promover um balanço interno, você tem a oportunidade de entrar em contato com os seus verdadeiros objetivos e rever se está trilhando o caminho certo para de fato alcançá-los.

A partir do momento que você sabe exatamente o que quer estabelecer as estratégias para conquistar seu propósito torna-se mais fácil e o objetivo concreto.

É importante também estar muito atento aos resultados que se está obtendo, para determinar os passos que virão a seguir e, assim, colocá-los em prática a partir do ano que vem.

Que neste Natal você possa potencializar seus sentidos e assim ampliar suas experiências de acordo com o que vê, ouve e sente.

Lembre-se que as informações que conseguimos dos nossos sentidos nos permitem saber se estamos na direção correta ou se é importante recuar para rever as estratégias.

Desejo a você um Natal repleto de saúde, paz e prosperidade. Que o espírito natalino traga paz e felicidade para você e toda a sua família.

E que 2018 seja um ano de muitas realizações!

Boas festas!

 

Os caminhos do aprendizado

Somos seres únicos. Sendo assim, é importante entender que cada um de nós aprende de uma maneira diferente. Compreender os estilos de aprendizagem ajuda no processo de assimilação e memorização de conteúdo.

A Programação Neurolinguística nos ensina que os responsáveis pela codificação do que ocorre no mundo externo são os nossos sistemas representacionais visual, auditivo e cinestésico (tátil, olfativo e gustativo).

Todos nós processamos as informações e adotamos comportamentos de acordo com um sistema representacional preferencial. Portanto, cada um de nós tem um sistema predominante pelo qual prefere receber as informações.

Por isso que em uma sala de aula com 30 alunos nem todos conseguem assimilar o conteúdo da mesma forma. Quem é visual, tem mais facilidade de aprender com imagens, gráficos e slides. Já o auditivo, assimila o conteúdo ouvindo e até mesmo repetindo para si mesmo. O cinestésico prefere as atividades práticas para vivenciar, experimentar, sentir.

Uma maneira de descobrir qual é o sistema representacional dominante é prestando atenção à linguagem. A fala traz pistas importantes.  Os visuais usam frases como “eu vejo seu ponto de vista”. Auditivos costumam dizer: “eu ouço sua opinião”. Já o cinestésico fala: “eu sinto que pode dar certo”.

Cabe ao professor ser versátil ao montar a sua aula, utilizando todos os recursos possíveis, como filmes, músicas, slides, atividades práticas, experimentos e dinâmicas de grupo, e assim contemplar todos os sistemas representacionais.

Aliás, isso vale para todos os campos da vida. Afinal, para se ter sucesso no processo de comunicação é fundamental compreender e ser compreendido. Ao perceber o seu próprio sistema representacional preferencial e o do outro, você tem a oportunidade de ajustar a maneira como vai passar e receber a informação.

Tem mais: você pode criar um equilíbrio entre os sentidos quando descobrir qual é essa predominância. Se o seu sistema auditivo, por exemplo, for o menos desenvolvido, experimente assistir um telejornal com os olhos vendados. Quanto mais treinar, mais desenvolvido ficará aquele sistema.

Portanto, dê atenção aos sentidos. Eles não só dizem muitas coisas, como facilitam o processo de aprendizado e de interação. Quanto mais usarmos nossos sistemas representacionais com precisão e consciência, mais eficaz e interessante se torna a nossa comunicação.

PNL & Constelação

Você desempenha um papel muito importante nos sistemas dos quais é parte e qualquer alteração nessa ordem pode desencadear conflitos que ressoam por gerações. A tomada de consciência é o primeiro passo para a transformação.
Pensando na importância desse equilíbrio, desenvolvi no período que passei na Alemanha, com o apoio do master coach alemão Bernd Isert, o curso PNL & Constelação, que propõe um mergulho nos conceitos que deram origem à PNL, ao Coaching e à metodologia aplicada na Constelação Familiar.
Venha descobrir qual é o seu papel na sua Constelação e seja você um agente de mudança na sua vida e na vida de outras pessoas!
Para saber mais, acesse: www.1234voce.com.br
Forte abraço!

Resultado da promoção Eneagrama

Qual imagem melhor simboliza a sua essência?

Com esse desafio, provoquei os leitores do jornal OVALE a refletirem, mesmo que por um breve momento, sobre suas próprias vidas: quem sou eu? O que tenho buscado? Quais são meus sonhos? Quais caminhos tenho percorrido? Que tipo de escolhas tenho feito?

A resposta foi muita positiva. Cada uma das imagens que recebi na promoção de presentear alguém com um curso de Eneagrama, mostrou a percepção das pessoas sobre aquilo que tem valor para elas. E o que tem valor para nós é aquilo que nos impulsiona, nos motiva. Ter a consciência do que realmente importa é o principal combustível para atingir os sonhos, as metas, os objetivos.

Portanto, quero parabenizar a todos os leitores que participaram da promoção. Agradeço por compartilharem suas histórias comigo. E, aqui, vale a pena destacar que a maneira mais eficaz de descobrir sobre o que se deseja na vida é o autoconhecimento, afinal as respostas que procuramos estão dentro de nós. E o Eneagrama é um dos caminhos nesta jornada rumo à essa incrível descoberta.

E, claro, meu agradecimento especial à Miriellen Leite de Andrade, a leitora que ganhou o curso de Eneagrama. Sua história inspiradora de determinação e força de vontade, da busca por reencontrar a sua essência, nos motivou no momento da escolha. E como ela mesma disse na legenda da postagem sobre sua transformação. “Às vezes, me pego olhando fotos antigas e não me reconheço. Não só pela mudança exterior, mas principalmente pelo o que existe dentro de mim e estava adormecido”. Entre maio e outubro deste ano, Miriellen emagreceu quase 40 quilos. Parabéns!

Se você se interessou em conhecer mais sobre o Eneagrama, as inscrições estão abertas para o curso que acontece aqui em São José dos Campos, na unidade do Instituto VOCÊ do Vale do Paraíba, entre os dias 11 e 12 de novembro. Participe e surpreenda-se!

Até o próximo desafio e forte abraço!

A estratégia de Walt Disney para alcançar o sucesso

Seu lema era “Keep moving forward”, que significa “continue seguindo em frente”. Nascido em dezembro de 1901, em Chicago, nos Estados Unidos, Walter Elias Disney ganhou projeção nas décadas de 1920 e 1930 por seus personagens de desenho animado Michey Mouse e Pato Donald. Quem me conhece sabe que sou um admirador de Walt Disney. Ousado e muito criativo, este grande empreendedor sempre teve muito claras dentro de si as figuras do sonhador, do realizador e do crítico.

Inspirado na personalidade do criador do maior parque temático do mundo, Robert Dilts, um importante pesquisador de Programação Neurolinguística, criou uma técnica fantástica que se chama Estratégia Disney. Ele percebeu que quando percebemos em nosso interior estes três estados – sonhador, realizador e crítico – podemos direcionar e transformar em realidade qualquer projeto pessoal ou profissional.

Para isso, basta fazermos o sonhador sonhar, o realizador realizar e o crítico criticar. Sim, simples assim. Portanto, para que um objetivo se realize não basta apenas sonhar. Também não é possível realizar algo sem planejamento. E para conduzir e criar soluções é fundamental ser crítico.

Se você busca algum objetivo, experimente se colocar nestas três posições. No papel de sonhador, deixe a sua imaginação fluir e se questione: o que eu realmente desejo? Já na posição de realizador pergunte a si mesmo: o que farei para transformar este sonho em realidade? Faça isso de forma detalhada e organize os seus planos.

Já na etapa de estimular o seu lado crítico se questione: o que pode dar errado? Este é o momento de testar as suas estratégias, avaliar outro ponto de vista e possíveis imprevistos.

A Estratégia Disney também é muito útil para o desenvolvimento de trabalhos em equipe. Isso porque profissionais sonhadores têm facilidade para imaginar soluções, porém podem ficar apenas nos planos. Já os realizadores, gostam de se envolver na implantação dos projetos, mas, muitas vezes, sem habilidade para o planejamento. Os críticos antecipam os possíveis problemas, no entanto, podem não sair do lugar porque sempre acham empecilhos e o plano nunca está bom o suficiente para decolar. Trabalhadas juntas, as três figuras tendem a ser mais assertivas na alcance dos objetivos comuns.

E, claro, ao tomar consciência de que você pode transitar por cada uma delas, acontece uma expansão de oportunidades. Então, experimente essas três posições da Estratégia Disney. Você vai perceber que é fácil acessar recursos possibilitadores que estão contidos em cada uma das etapas para conquistar um sonho.

Descubra quem é VOCÊ!

Olá meu amigo, leitor do jornal OVALE!

Você já postou a sua foto para concorrer ao curso de Eneagrama?

Corre que ainda dá tempo!

Quer descobrir mais sobre a sua essência e compreender por qual motivo você age de determinada maneira frente a algumas situações? Qual é a origem de determinados comportamentos que limitam a sua vida? Lembre-se: o autoconhecimento é o caminho para a transformação.

No curso de Eneagrama você vai descobrir por intermédio do seu Tipo de Eneagrama, que segue a numeração de 1 a 9, qual é o seu padrão de pensamento, sentimento e ação. Quais são as fixações que motivam a sua ação. Você vai se surpreender com os resultados!

Qual é o seu tipo?

Tipo 1: O Perfeccionista/Reformador
Tipo 2: O Ajudador
Tipo 3: O Realizador/Empeendedor
Tipo 4: O Individualista
Tipo 5: O Observador
Tipo 6: O Legalista/Patrulheiro
Tipo 7: O Entusiasta
Tipo 8: O Desafiador
Tipo 9: O Pacificador

Para participar é muito simples, basta seguir meu perfil no Instagram (#bentoaugusto1234) e marcar ou postar uma foto que melhor simbolize a sua essência nas hashtags #minhaessencia1234 e #eneagramasjc.

Te vejo no Instagram!